Follow by Email

Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Obrigado Confraria do Champanhe da Serra Gaúcha

Grupo admirável

Me considero uma pessoa privilegiada porque sou frequentemente convidado pela Confraria do Champanhe da Serra Gaúcha para fazer uma apresentação sobre espumantes seguida de degustação.

A Confraria foi fundada há quinze anos e congrega quase setenta mulheres apaixonadas pelo espumante, sua história, sua evolução, seus tipos e estilos, seus mitos e segredos. Reconhecem a qualidade dos produzidos no Brasil e por tal razão os defendem com unhas e dentes.

Ontem participei da reunião mensal da Confraria que foi realizada na loja Boccati de Caxias do Sul, uma das melhores do Rio Grande do Sul. Fui gentilmente recebido pelo responsável Jylson que me mostrou rapidamente a estrutura do estabelecimento. Confesso que fiquei admirado pela beleza do lugar, suas instalações e a enorme variedade de vinhos, espumantes e acessórios que dispõem para sua ampla clientela.

Foi uma noite maravilhosa donde todas as participantes ouviram com atenção as explicações dadas, saboreando as informações. A Confraria é um exemplo de perseverança de um grupo de senhoras que desde a sua fundação não medem esforços para manter e renovar o entusiasmo das integrantes mais antigas e das novas.
Exemplos como este, que torço seja seguido por outros grupos de mulheres, reforçam minha convicção do futuro brilhante que aguarda os espumantes elaborados no Brasil.
É um motivo de orgulho para mim poder participar das iniciativas deste grupo de amigas.

Após a apresentação e degustações foi servido um jantar preparado pelo jovem chef Alejandre Reolon que preparou pratos que harmonizaram magnificamente com nossos espumantes.

O menu foi:

Entrada fria: misto de tártara de atum com foie gras e ceviche de peixe branco.

Entrada quente: chicória gratinada com queijo grana padano, ovo de codorna ponche e azeite trufado em cama de Polenta grelhada.

Estes dois pratos harmonizaram de forma perfeita com o espumante Nature. Senti que além de harmonizar muito bem, conseguimos que ambos trabalhassem em benefício mútuo.

Prato principal: dueto de carnes com carré de cordeiro em crosta de mostarda dijon e ervas e saltimboca alla romana (enrolado em presunto cru e saliva) com batata gratinada, tomates confitados.

Este prato foi harmonizado com o Brut rosé que demonstrou a sua ampla capacidade de conviver com os mais variados sabores.
Sobremesa: creme brulet e mil folhas de Confit de pêra e creme confeiteiro.

A sobremesa, discretamente doce, foi harmonizada com o espumante charmat Brut branco que com sua leveza e frescor enalteceu a elegância do prato final.


Um comentário:

Neiva Nora disse...

Sr Lona,
A Confraria da Champanhe da serra Gaucha é que se sente privilegiada em ter um amigo que está sempre pronto a colaborar, transmitindo seus conhecimentos, e, assim como nos é um apaixonado pelo assunto.
Muito obrigada pelo carinho e atenção.
Neiva Nora
Presidente CCSG