Follow by Email

Total de visualizações de página

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Brasileiros em Mendoza




Se a paixão não move montanhas, leva até elas.

Um grupo de cinco brasileiros decidiu transformar sua paixão por vinhos num desafiador empreendimento em Mendoza, capital da uva e do vinho da Argentina.
Em 2005 adquiriram uma propriedade de 69 hectares, parte dela com vinhedos, e hoje já dispõem de quarenta e oito hectares de uvas finas entre as quais se destacam a Cabernet Sauvignon e a Malbec, variedade emblemática da Argentina.

Em recente viagem a Mendoza, tive a oportunidade de visitar a propriedade, os vinhedos, a cantina e em especial degustar os vinhos produzidos a convite de meus amigos João Carlos Dantas e José Caetano Lacerda, sócios da Finca Don Otaviano Bodega e Viñedos.

A propriedade está situada em Alto Agrelo, distrito do município de Luján de Cuyo, berço do maravilhoso malbec mendocino, ao pé da montanha, e a paisagem dos vinhedos, da cantina e dos Andes nevados é deslumbrante como mostram as fotografias acima.

Os vinhedos mostram um manejo profissional, fileiras perfeitamente alinhadas, espaço entre filas e plantas adequado à necessidade de mecanização, tela “antigranizo” total para proteger eventuais acidentes climáticos, fileiras limpas, plantas desfrutando do merecido descanso, silencio, tranquilidade em todos os cantos.

A cantina é pequena e moderna construída modularmente para atender o futuro próximo do aumento de produção de uvas e vinhos. Tanques de inoxidável, equipamentos modernos, instalações iluminadas naturalmente e arejadas constantemente. Já no hall de entrada o que chama atenção é um poço de vidro de onde se observa a cave onde repousam as barricas de carvalho francês de 225 litros e os nichos onde envelhecem os vinhos.

Na entrada da cave o visitante é invadido pela quase irresistível vontade de aí ficar, sentado, em silencio, segurando numa mão uma farta fatia de queijo e pão caseiros e na outra, aguardando sua vez, um generoso copo de Malbec Penedo Borges.

Por que essa é a marca dos vinhos aí produzidos e já distribuídos no Brasil.
O nome é uma homenagem a um dos sócios, Euclides Penedo Borges, enófilo, escritor de obras importantes sobre o mundo da uva e do vinho.

Provei e gostei muito de todos os vinhos que me apresentaram: Cabernet Sauvignon Reserva, boa cor, aromas intensos e envolventes, excelente estrutura de boca, taninos marcantes e elegantes, Malbec Gran Reserva, muito expressivo, traduz com clareza o caráter desta variedade que Mendoza trata tão bem e por último o Malbec Ícono que surpreende pela força aromática, um verdadeiro ataque de sensações. Na boca é daqueles vinhos dignos de serem guardados na memória e no coração.

Está com água na boca, não? Fique calmo. Estes vinhos poderão ser adquiridos no Brasil, no RJ na Ana Santos Alimentos, em BH na Casa Rio Verde, na Bahia na Malbec e em Natal na Magazzino.