Follow by Email

Total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

E estão chegando as festas!!!


As festas de fim de ano são acontecimentos especiais porque reúnem a família ao redor de mesas fartas de comidas e bebidas.
Como geralmente o número de participantes supera o habitual, o anfitrião enfrenta o desafio de administrar bem o serviço das bebidas que quando minimamente planejado, não oferece maiores riscos.
Quanto produto é necessário: O cálculo universal é meia garrafa por pessoa mais nestas ocasiões o consumo aumenta, dependendo também do perfil do convidado. Calcule 3 pessoas a cada 2 garrafas...e mantenha uma reserva “técnica”.
Que servir: É importante lembrar da velha recomendação de evitar o excesso de misturas e principalmente destilados com fermentados. Se quer caminhar seguro vai de fermentados durante toda a noite.
Vinhos: colocar alternativas para que os convidados decidam é uma solução que agradará a todos por isso mantenha vinho branco e tinto a disposição. Cada um decidirá qual é sua melhor companhia.
Espumantes: São presença obrigatória de toda festa. Contrariamente ao tradicional que reserva o final estes vinhos, receba seus convidados com espumante seco (nature ou brut). Uma taça de borbulhante espumante nivela por cima o grupo, o deixa mais leve e alegre. Logo após a recepção coloque a disposição, alem dos já citados, os tipos demi-sec e moscatel espumante para os menos habituados aos secos.
Temperatura de serviço: devido ao clima da época, os vinhos tintos devem ser servidos a temperaturas agradáveis, entre 15 e 16º C o que poderá exigir uma ligeira esfriada na geladeira. Os vinhos brancos devem ser servidos e mantidos entre 10 e 12º e para tal fim basta colocar-los na geladeira durante pelo menos uma hora e depois manter-los num balde com pouco gelo. Os espumantes exigem temperaturas mais baixas por isso o recomendado é esfriar-los e manter-los em baldes ou champanheiras (para duas ou mais garrafas) com abundante gelo. Para esfriar-los é necessário pelo menos uma hora de gelo. O uso de sal ou álcool misturados com a água, que ajuda a baixar mais a temperatura e agilizar o esfriamento, é bom desde que a garrafa não permaneça durante muito tempo. Pode congelar.
Muita gente e pouco balde? Esfrie e conserve em local reservado (cozinha, sala, pátio) utilizando panelas ou geladeiras de isopor. Leve para a sala em baldes individuais ou champanheiras. Lembre que onde há gelo há água e por isso deixe panos e toalhas a disposição para manter o ambiente adequadamente.
Como manter as garrafas abertas: As garrafas de vinho devem ser mantidas fechadas com a própria rolha e as de espumante com feche hermético como mostra a figura. É fundamental contar com esta ferramenta para evitar a perda de gás.
Taças: É um item importante. Para os vinhos é suficiente um único formato com bom tamanho. Para os espumantes a taça tulipa é fundamental, porque ressalta os aspectos visuais e olfativos. Lembre que taças lavadas com detergente e insuficientemente enxaguadas impedem que o perlage dos espumantes se manifeste. Mantenha taças bem lavadas e totalmente secas de reserva .

Nenhum comentário: