Follow by Email

Total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Torrontés


Hoje tive a oportunidade de degustar o vinho argentino Serrera Torrontés, importado pela Hannover Vinhos de Porto Alegre, nosso distribuidor exclusivo em Porto Alegre. Meu amigo Niels, proprietário da Hannover me enviou para que conhecesse. Confesso que fiquei admirado por encontrar um vinho que reúne expressividade, fineza e leveza num varietal que, apesar de ser emblemático da Argentina, é difícil de lograr quando a uva provêem de Mendoza.
A uva Torrontés é uma uva de origem espanhola da família da Moscatel que foi se adaptando muito bem na Argentina e resultando em clones diferentes conforme o local de produção. O mais famoso é o Torrontés saltenho (de Salta, bem ao norte, quase no limite com a Bolívia) que é muito aromático, com aromas e sabores quase doces. Quanto mais ao sul, menos expressão, por isso minha admiração quando degustei o Serrera.
O vinho é de cor branca dourada pálida, bem brilhante, aromas intensos de uva madura, agradáveis, frescos e persistentes e um gosto frutado muito leve, amável e refinado com equilibrada acidez.
Acho que este vinho é um perfeito companheiro para todo momento, em especial fora das refeições, na beira da piscina ou abrindo uma refeição, sempre bem gelado.
Infelizmente no Brasil há pouco mercado para os vinhos brancos que são descriminados. O novo consumidor do país ainda acha que o verdadeiro vinho é o tinto e demorará para descobrir os atributos do vinho branco. Pena, porque ele é quem perde.

Nenhum comentário: