Follow by Email

Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Está na hora de refletir



O Ibravin, muito gentilmente, enviou os dados do fechamento do ano 2015 do desempenho do mercado brasileiro de vinhos e espumantes.

As quantidades estão em litros e a análise de vinhos é somente do provenientes de uvas europeias.

Como mostra o quadro acima, apesar do crescimento do volume de vinhos nacionais que permitiu um ligeiro ganho de participação de 20,04 para 20,30%, a situação do mercado de vinhos finos dá ampla vantagem para os provenientes do exterior. Parece que a alta do dólar não alterou muito a situação, 80 e 20.

Nos últimos cinco anos o crescimento do volume de vinhos importados consumidos é expressivamente maior que os elaborados no Brasil.

Minha percepção: a luta é difícil. O mercado mo mesmo período cresceu somente 9,05% sendo que os importados 9,41% e os nacionais 7,68%. É muito pouco para todo os esforço que se faz.

Continuará sendo uma luta inglória se não se trabalha em conjunto O setor produtivo brasileiro com os importadores e setor produtivo estrangeiro com o mesmo foco e esforço: aumentar o mercado, ao final somos um país com mais de 200 milhões de habitantes.

Esta na hora de parar de "brigar pelo mesmo mercado" e juntar esforços para trabalhar pela instituição "vinho".

É importante reforçar as virtudes do vinho em relação a outras bebidas e parar de complicar a vida do consumidor que cada dia se sente mais indefeso e inseguro. As recomendações, tabelas, listas, rankings e seleções que todos os expertos e os não tanto publicam, deixam o apreciador convictos que nada sabem. Não sabem nem do que gostam.

Já o desempenho dos espumantes continua surpreendendo e parece confirmar a excelente imagem que o brasileiro tem do espumante feito no pais. E não está equivocado, a qualidade não para de se aprimorar.

A relação de participação é a inversa dos vinhos, os espumantes brasileiros retem 82,06% do mercado. Fantástico!!

Nos últimos cinco anos o volume comercializado cresceu 35,59% sendo que os nacionais cresceram 49,44% e os importados caíram 4,79%. Toma!!!!

Minha percepção: o espumantes esta se tornando a bebida predileta das brasileiras e de alguns brasileiros. E não parará de crescer graças a suas virtudes.

Diria mais: não há outra bebida que se identifique tanto com o brasileiro como o espumante. É festivo, alegre, leve, descontraído, fácil de beber, accessível, charmoso, etc.etc.

A todos os que gostam, apreciam e bebem espumantes nacionais eu quero agradece em nome de todos os produtores e comerciantes brasileiros. Tim tim, felicidades e muitas borbulhas.

Nenhum comentário: