Follow by Email

Total de visualizações de página

sábado, 24 de setembro de 2011

Pergunta de Caren Muraro: A cor do espumante rosé



Antes de responder a Caren quero disser que as perguntas recebidas e que responderei em breve, alem de serem extremamente inteligentes e apropriadas para abordar temas muito interessantes, são um espelho das dúvidas das pessoas interessadas neste maravilhoso mundo da uva, dos vinhos e dos espumantes.


Olá Adolfo!
Gostei da tua proposta de interagir mais com seus leitores. Minha pergunta/sugestão de postagem é sobre o espumante rosé. Adoro esse tipo de bebida, mas acho que o visual muitas vezes é melhor do que o olfativo/gustativo. A pergunta é se a preocupação com a cor prejudica o olfativo e o gustativo do produto? E qual é a cor 'certa' para um bonito rosado? E também quais são as uvas mais utilizadas para produzir o espumante rosé, e se existe um espumante varietal de Merlot. O que você acha de usar cultivares tradicionais para tintos, como Cabernet Franc para produzir espumantes rosados?


A cor “fala” do procedimento utilizado para a elaboração do espumante rose e naturalmente influi na tonalidade, do aroma e no sabor. A cor rosada pode provir da elaboração de vinho em rosado, com breve maceração das cascas com o suco cristalino ou pela mistura de vinho branco com uma pequena parcela de vinho tinto. Neste último procedimento não há nada de errado já que é utilizado em grande parte dos vinhos de Champagne na França.
Os espumante elaborados de vinho base rosado, a tonalidade é semelhante ao que chamamos cor salmão ou casca de cebola, devido a mudança da tonalidade durante a maturação. Os espumantes tendem a ser mais complexos tanto de sabor como de aromas. As notas “de tinto” se percebem menos. Quando a cor é proveniente da adição de tinto no licor de expedição nos tradicionais ou antes da estabilização nos charmat, a tendência é tonalidades mais vermelhas, aromas mais frescos e vinosos, sabores mais marcantes da uva tinta. Isto as vezes é amenizado agregando mais açúcares já que o tipo vai de 6 a 15 gramas litro.
Um espumante rose anunciado como elaborado pelo método tradicional e maturado por períodos próximos a 12 meses, deve ter cor casca de cebola já que é impossível preservar a tonalidade rosada por tanto tempo. Desconfie.
Quanto a qual é a cor ideal, responderia que confiaria mais num espumante de cor algo evolucionada, salmão, leve do que num rosado subido.
Em relação às variedades tintas a serem utilizadas acho que tanto o Merlot como o Cabernet Franc são muito apropriadas. Aliás, meu Nature tem uma parcela menor de Merlot para quebrar a acidez. Acho também que tem melhores chances de resultarem em bons espumantes rosados os que misturam no vinho base uvas tintas e brancas dos que os elaborados a partir somente de uvas tintas. Acredito que s uvas tintas aportam o esqueleto de sabor, a força, e as uvas brancas o frescor e elegância.

Um comentário:

Caren disse...

Obrigada pela resposta, um grande mestre sempre responde mais do que um aluno pergunta... Achei também muito interessante e bem escrita a resposta a pergunta sobre o uso de chips de carvalho.
Abraços